Portal da Prefeitura de Curitiba

voltar

principal
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura

Contra as cheias

Prefeitura retira 120 toneladas de lixo dos rios por mês, de galhos a móveis

17/10/2018 14:29:00

Os trabalhos da Prefeitura de Curitiba para amenizar o impacto das fortes chuvas previstas para esta primavera passam pela limpeza dos rios da cidade. Neste ano, quase 1,1 mil de tonelada de lixo foi retirada de pontos das bacias hidrográficas de Curitiba, de janeiro a meados de setembro.

O material depositado corresponde a mais de 120 toneladas por mês, o que poderia causar o transbordamento dos rios durante fortes precipitações. Parte do material encontrado é formado por folhas, troncos e outros resíduos vegetais que caem nos rios por ação da chuva e do vento. Mas o que mais preocupa são os itens descartados de forma incorreta pela população, como lixo doméstico e até móveis e eletrodomésticos.

 

LEIA MAIS

 

 

“Além das ações de limpeza, buscamos continuamente trabalhar com conceitos de educação ambiental para mostrar a importância de se manter os rios limpos e do descarte adequado dos resíduos”, diz a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias. Isso é feito pela gerência de Educação Ambiental da secretaria e inclui palestras e plantios comunitários de árvores em áreas de preservação.

Os locais com maior incidência do problema são os que apresentam grande concentração populacional próxima dos rios e córregos, de acordo com o chefe de serviço do Departamento de Limpeza Pública da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Rafael Garcia.

As ações das equipes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente que fazem retirada de lixo de córregos e rios são chamadas de Olho D’Água e feitas conforme a programação do Departamento de Limpeza Pública e também em atendimento a demandas da população via Central 156.

Nas ruas

O lixo jogado indevidamente causa problemas também nas vias públicas, com o entupimento de bocas de lobo e galerias. De janeiro a agosto deste ano, equipes dos distritos de manutenção das Administrações Regionais fizeram 91 km de drenagem, como limpeza de bocas de lobo e galerias pluviais, desobstrução de tubulação e outras ações importantes para garantir o adequado escoamento das águas da chuva na cidade.

Coleta e limpeza frequentes

O mais importante é evitar que os resíduos vão parar nestes locais e a cidade oferece serviços e infraestrutura para isso. As coletas de resíduos domiciliares e recicláveis são porta a porta. Os dias e horários, para evitar a disposição fora do período correto, podem ser consultados no site da Prefeitura ou via Central 156.

Para o descarte de lixo tóxico, como pilhas, baterias, toners, lâmpadas fluorescentes, medicamentos vencidos, o caminhão da coleta especial fica estacionado próximo aos terminais de ônibus de acordo com um calendário anual, também disponível no site da Prefeitura.

A coleta de resíduos vegetais, de construção civil e móveis inservíveis pode ser solicitada pela Central 156.

Compartilhe

Leia mais

Mais lidas