Portal da Prefeitura de Curitiba

voltar

principal
  • miniatura
  • miniatura

Ajuste de resultados

Orgãos de controle atestam melhora fiscal de Curitiba no último ano

11/07/2018 15:38:00

Curitiba reverteu resultados negativos de três anos sucessivos e fechou 2017 no azul. Com a melhora da capacidade de pagamento e de seus ativos líquidos, a cidade retomou a capacidade de planejamento público, aponta relatório do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR).

“O documento do TCE é auspicioso para todos os que amam Curitiba", disse o prefeito Rafael Greca. "Compartilho esta alegria com as vereadoras e os vereadores que apoiaram o Plano de Recuperação de Curitiba e com a minha valorosa equipe. Ainda temos dois anos e meio de gestão. Mais pudermos, mais faremos.”

Segundo o relatório, após três anos com passivos descobertos – durante a gestão anterior -, Curitiba fechou o ano passado com saldo positivo em ativos líquidos. “O relatório atesta a eficiência do ajuste promovido pelo Plano de Recuperação, lançado há um ano”, diz o secretário municipal de Finanças, Vitor Puppi.

De acordo com o TCE, a prefeitura acumulou passivos descobertos de todas as fontes de recursos em 2014 (R$ 185,6 milhões), 2015 (R$ 236,7 milhões) e 2016 (195,7 milhões). Sem a implantação das medidas de ajuste o passivo descoberto teria atingido, segundo projeções da Secretaria Municipal de Finanças, aproximadamente R$ 493 milhões em 2017.

Liquidez
Curitiba também melhorou o índice de liquidez corrente, que atesta capacidade de pagamento de obrigações. Em 2017, o índice ficou em 2,69, bem acima dos 1,13 registrados em 2016 e dos 0,65 de 2015 e 2014. Acima de 1, a liquidez corrente demonstra maior capacidade de pagamento das obrigações.

Vitor Puppi, lembra que a melhora da liquidez de Curitiba já havia sido demonstrada pela Secretaria de Tesouro Nacional (STN) ao elevar a nota de liquidez do município de C para A, no indicador da Capag (Capacidade de Pagamento). Com a nota A, Curitiba pode receber garantias da União para buscar financiamentos. “O relatório confirma que neste curto espaço de tempo, avançamos muito neste indicador”, acrescentou.

Compartilhe

Leia mais

Mais lidas