Portal da Prefeitura de Curitiba

voltar

principal
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura

Comemoração especial

Famílias reassentadas preparam o primeiro Natal na casa nova

21/12/2017 16:03:00

A árvore de Natal é a mesma, porém tudo o que está em volta é diferente. Em vez de barro, asfalto. No lugar da beira do rio, calçadas, parquinho e academia ao ar livre. Para a dona de casa Eliane do Carmo, 38 anos, o Natal de 2017 será o mais especial da sua vida. Ela foi transferida este ano de uma situação precária na vila Acrópole para um sobrado novo, no Moradias Alamanda, no Cajuru.

Pela primeira vez, poderá reunir toda a família para uma ceia de Natal. “Muitos não vinham porque tinham medo, pela falta de lugar para estacionar e outros motivos. E realmente não era um local bom pra viver, muito menos para receber pessoas. Estou muito feliz em finalmente ter um Natal tranquilo, com todos juntos”, conta Eliane.

Ela tem cinco filhas - duas já casadas e outras três que moram com ela. Após viver por 12 anos em uma área insalubre às margens do rio Atuba, em janeiro de 2017 ela recebeu uma nova moradia da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab). “A gente vivia em uma condição muito triste. As casas todas empilhadas, sem estrutura. As meninas sempre perguntando por que a gente tinha que morar ali e eu não sabia o que responder”, relembra.

Nestes meses na casa nova, ela conta que percebe a mudança até no comportamento das filhas. “Adolescente sabe como é, lá na casa antiga viviam revoltadas, de pavio curto. Aqui mudou completamente, estão mais tranquilas, obedientes. É incrível como o lugar onde a gente vive influencia muito na pessoa que somos”, ressalta.

O momento de arrumar a árvore de Natal foi inesquecível, principalmente pela participação da caçula Eloá, de apenas um ano. “Ela adora a árvore, quando acendem as luzes é uma festa! Este Natal será maravilhoso. Quando penso que ao menos a mais nova não vai crescer naquele ambiente cheio de cobras e lagartos é uma alegria difícil de explicar”, diz emocionada.

Luta pela vida

Este Natal também será inesquecível para a aposentada Julieta da Cruz Hancz, de 64 anos. Os últimos 13 ela viveu em beira de rio na vila Nossa Senhora da Paz, no Santa Quitéria, até ser atendida pela Cohab com uma casa nova no Moradias Arapoti, no CIC, onde vive desde junho.

“Enfrentamos muita enchente nesses anos. Móveis apodreciam e para sair de casa era uma luta. Aqui a realidade é outra, a casa é ótima”, destaca a aposentada, que vive com a filha Ana Paula e a neta Bianca, de um ano.

Para ela, a casa nova tem um significado especial, pois enquanto aguardava a mudança iniciou uma batalha contra um câncer de mama. Na casa antiga precisava subir muitas escadas, que ficavam ainda mais difíceis devido à fraqueza causada pela quimioterapia.

Após retirar o tumor, a recuperação aconteceu já no Moradias Arapoti. Há duas semanas fez as últimas sessões de radioterapia e hoje está curada. “Foi uma benção. O conforto que eu tenho aqui e não tinha na outra casa, com certeza ajudou muito na recuperação. Este será o Natal de um recomeço. O que teve de ruim ficou para trás e só consigo pensar em coisas boas”, afirma, sorridente.

 

 

 

 

Compartilhe

Leia mais

Mais lidas